Consumindo dados do Azure IoT Hub com o Power BI

Olá Pessoal!

Tenho trabalhado cada vez mais com um portfólio extenso de produtos no Azure relacionados a Data Platform e com certa frequência, tenho que fazer algumas apresentações de soluções. Vou mostrar neste artigo um exemplo de como consumir dados com origem no Azure IoT Hub dentro do Power BI Service em tempo real.

Para esse exemplo utilizarei como fonte de dados o Raspberry Pi Web Simulator, que irá basicamente gerar dados de telemetria aleatórios de temperatura e umidade de forma continua. Você pode acessar através do link: https://azure-samples.github.io/raspberry-pi-web-simulator/

Para mais informações acesse o repositório dessa aplicação no Github: https://github.com/Azure-Samples/raspberry-pi-web-simulator

Utilizaremos 4 componentes na solução, a aplicação web do Raspberry Pi, o Azure IoT Hub, Azure Stream Analytics e Power BI Service.

O Azure IoT Hub é um serviço que atua como hub central de mensagens para comunicação entre as aplicações IoT e o dispositivo. Sendo assim, a primeira tarefa a ser feita é criação do serviço no Azure com a camada “F1: Free Tier”, dessa forma será possível enviar até 8 mil mensagens por dia sem custo, ideal para realização de testes.

Após a criação do serviço, devemos criar o “IoT Device” no qual será cadastrado o dispositivo e obtido a string de conexão a ser utilizada dentro do Raspberry Pi Web.

Devemos agora acessar a aplicação web do Raspberry Pi e alterar apenas a linhas 15, na qual é solicitado o “IoT hub device connection string”. Nesse trecho deve ser colocado a string de conexão obtido no IoT Device e ao final selecionado a opção “Run” para iniciar o envio dos dados de telemetria para o Azure IoT Hub.

Após o inicio do envio, as informações estatísticas podem ser consultadas na visão geral do serviço do IoT Hub.

Uma vez que os dados de telemetria estejam chegando no IoT Hub, devemos avançar para a segunda parte. Precisaremos utilizar o serviço do Azure Stream Analytics, que tem como objetivo criar uma “pipeline” para processamento dos eventos que estão sendo carregados no IoT Hub e jogá-los no Power BI Service em tempo real.

Assim como no serviço anterior, deve ser criado o recurso no Azure.

Para esse serviço deve ser configurado a fonte de entrada e saída, sendo assim, a entrada será definida com a origem do IoT Hub e a saída será um Workspace do Power BI Service.

A consulta do Stream Analytics deve ser editada para utilizar como parâmetros as fontes criadas e por último, o serviço precisa ser iniciado.

Após concluir a etapa anterior, os eventos começaram a passar pelo serviço do Stream Analytics e o conjunto de dados “IoTDataset” aparecerá no Power BI Service.

O passo final será criar um relatório e dashboard com os dados que estão chegando no Power BI em tempo real.

Chegamos ao final do processo e foi possível simular um cenário que os dados são consumidos pelo Power BI através de componentes específicos do Azure. Para mais detalhes, seguem as documentações oficiais dos serviços que utilizamos no Azure:

https://docs.microsoft.com/pt-br/azure/iot-hub/

https://docs.microsoft.com/pt-br/azure/stream-analytics/

https://docs.microsoft.com/pt-br/power-bi/

Até a próxima!

Anúncios

SQL Server Mobile Report Publisher

Olá Pessoal!

Juntamente com o SQL Server 2016, a Microsoft disponibilizou o novo Reporting Services que está com a cara nova em sua sexta edição. Uma série de novos recursos estão disponíveis e entre eles um que me chamou atenção, o Mobile Report. Para quem não lembra a Microsoft adquiriu ano passado o software Datazen que era especializado exatamente na construção de painéis e KPIs em cima da plataforma do Power BI, basicamente o Reporting Services 2016 incorporou essas funcionalidades em sua nova edição..

Assim que descobri essa funcionalidade dentro do Reporting Services comecei a fazer testes e atualmente tenho diversos painéis publicados em produção. Como gostei bastante desse recurso e sua facilidade de uso, resolvi fazer esse post detalhando os passos iniciais de como usar o Mobile Report.

Basicamente com o Reporting Services Mobile Reports é possível rapidamente criar relatórios otimizados para dispositivos mobile conectando diretamente a diversos tipos de fonte de dados on-premises.

O acesso aos painéis construídos pode ser feito pelo próprio browser em uma página publicada pelo Reporting Service ou pelo aplicativo do Power BI, disponível para inúmeros dispositivos diferentes em suas respectivas lojas virtuais.

No aplicativo do Power BI existe uma opção para conexão ao Reporing Services On-Premises, sendo assim, desde que seu dispositivo esteja conectado na mesma rede que o servidor do Reporting Services, será possível acessar os painéis mobile criados.

Apesar de sua facilidade de uso e construção dos relatórios, existem alguns pré-requisitos que devem ser cumpridos para o uso da ferramenta de criação dos relatórios, assim como, algumas dicas que só se aprende no dia a dia do uso.

A ferramenta utilizada para publicação e construção dos relatórios é a SQL Server Mobile Report Publisher. Faça seu download no seguinte link:

https://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=50400

Uma vez instalado o Mobile Report Publisher, o software pode ser inicializado por dentro do portal de gerência do Reporting Services ou acessando diretamente o próprio software.

Com relação a criação dos painéis e seus layouts, existem documentações oficiais da Microsoft para apoiar nos passos iniciais, mas apenas com a pratica é possível explorar a capacidade ferramenta. Segue o link abaixo com a documentação oficial:

https://docs.microsoft.com/en-us/sql/reporting-services/mobile-reports/create-mobile-reports-with-sql-server-mobile-report-publisher

Uma vez que o seu primeiro report tenha sido criado é possível acessá-lo através do próprio navegador da mesma maneira que os tradicionais relatórios paginados, mas com a diferença da interatividade fornecida para cada gráfico utilizado e o redimensionamento de acordo com tamanho do dispositivo que esta acessando.

Para o acesso via smartphones e tablets é necessário efetuar o download do aplicativo do Power BI em sua respectiva loja, no meu caso eu fiz o donwload na Apple Store e o ícone do aplicativo é este abaixo:

Dentro do aplicativo terá a opção para conexão com as credencias da conta no Power BI ou a do SQL Server Reporting Services. Essa conta deverá ter privilégios dentro do portal de gerência do Reporting Services a partir da raiz.

A conexão ao servidor que hospeda o Reporting Services deve ser feita através de seu endereço e para isso as rotas necessárias de conexão devem existir, assim como, possíveis liberações a nível de firewall.

Uma vez conectado ao servidor o Reporting Services será possível navegar nos diretórios nos quais são exibidos não só os relatórios móveis, mas também os KPIs que também podem ser criados e consumidos pelo aplicativo do Power BI. Não vou cobrir o funcionamento desses indicadores, mas segue um bom conteúdo sobre o assunto para os primeiros passos:

https://www.mssqltips.com/sqlservertip/4450/create-a-basic-kpi-in-sql-server-reporting-services-2016/

https://docs.microsoft.com/en-us/sql/reporting-services/working-with-kpis-in-reporting-services

O relatório criado anteriormente no Mobile Report Publisher é exibido da conforme a imagem abaixo em um smartphone. Ao interagir com cada um dos gráficos é possível observar diferentes comportamentos e inclusive, integrações entre eles. Dentro do aplicativo do Power BI existem algumas amostras dos tipos de relatórios que são possíveis de serem feitos e dento do Mobile Report Publisher alguns outros exemplos bem elaborados também auxiliam para o entendimento da confecção de painéis mais complexos.

Através dessa funcionalidade, agora nativa do Reporting Services, será possível expandir o seu uso e empoderar os seus usuários com todas as capacidades da ferramenta. Apesar dos seus benefícios, ainda há muito a ser melhorado, eu senti falta do funcionamento do refresh automático dos relatórios serem iguais a configuração utilizada nos relatórios paginados. Outro ponto é que, mesmo com uma quantidade razoável de dashboards disponíveis para uso, existe margem para melhorar o quesito da personalização, isso levando em consideração os concorrentes do mercado, como por exemplo, o QlikView.

Até a próxima!

TechEd Brasil 2015

Fala Pessoal!!

Há poucas horas lá em Barcelona durante o TechEd Europe 2014 foi divulgado pelos ‘brazucas’ a notícia que em 2015 acontecerá novamente o TechEd no Brasil, mas especificamente nos dias 20 e 21 de maio.

Para quem não sabe, o TechEd é uma enorme conferencia tecnológica da Microsoft voltada para profissionais de TI que acontece cada ano em lugares diferentes ao redor do mundo.

Estarão presentes especialistas da Microsoft, além de MPV, MCM, MCA e integrantes das comunidades para apresentar novidades em diversas sessões técnicas e de negócio ao longo dos dias.

Se planeje desde cedo e não perca essa oportunidade de fazer uma ‘network’ imensa e expandir seus conhecimentos sobre as soluções Microsoft.

Segue o vídeo de divulgação pelo Channel 9 e site oficial:

TechEd Brasil 2015

Site Oficial do Evento: https://www.microsoftinsights.com.br/

SQL Serverpower-bi-logo

Até a próxima!

Power Query Formula Language

Olá Pessoal!

Hoje foi ao ar um artigo meu pelo site do DevMedia, que é responsável pela conceituada SQL Magazine e outras revistas na área de TI.

A publicação é sobre o Power Query Formula Language, neste artigo você verá como funciona o Formula Language dentro da ferramenta Power Query. Além disso, abordaremos as estruturas principais que o compõem.

Segue o link para acessá-lo: Power Query Formula Language

Até a próxima!

power-bi-logo

1º Congresso Nacional Online de Business Intelligence

Olá Pessoal!

Faz um certo tempo que não publico nenhum artigo dando continuidade ao Power BI, mas venho trazer uma excelente notícia aos apaixonados por BI e aos que querem conhecer esse mundo.

Próximo mês vai acontecer o CONABI (Congresso Nacional Online de Business Intelligence), esse é um projeto do meu colega Rafael Piton e sua equipe (INBA), com objetivo de reunir grandes nomes do assunto em uma iniciativa totalmente inovadora no Brasil.

Tive o imenso prazer de ser convidado como palestrante e minha seção será sobre o Microsoft Power BI para o Office 365 – O poder da análise nas mãos de milhões.

foto apresentação - 2

Informações:

Serão 21 palestras distribuídas entre os dias 18 a 24 de Agosto, abordando Carreira, Tecnologias e Negócios no segmento de Business Intelligence e suas derivações.

Durante o congresso serão apresentadas várias palestras por dia, em diversos horários.

Você poderá assistir todas as palestras GRATUITAMENTE nos horários e datas agendados.

Minha seção está marcada para o dia 22/08 das 16:00 as 17:00.

Mais informações e inscrições no site da CONABI.

Não percam essa oportunidade de grande aprendizado, marquem em suas agendas o quanto antes.

Nos encontramos lá!

IMBA
power-bi-logo

Power BI Ponta a Ponta – Parte 2

Fala Pessoal!

Antes de iniciarmos o primeiro assunto, vamos preparar nosso ambiente para utilizarmos a solução.

Felizmente a Microsoft permite que possamos utilizar versões de avaliação de todas as ferramentas que precisamos para montar o ambiente e serão as seguintes:

Precisaremos dos componentes para o Excel também:

Após concluído todas as inscrições e instalações, estaremos com o ambiente preparado para o trabalho.

Iniciaremos pelo…

POWER QUERY

Preparei um vídeo explicando e demonstrando algumas das principais funcionalidades da ferramenta, assim como, seus objetivos como Self-Service BI.

 

Até a próxima!